Evento valoriza diversidade de experiências paternas

Correalizado pela Aldeias Infantis SOS Brasil, o seminário Paternidades e Primeira Infância abordou os desafios do envolvimento dos homens no cuidado

evento-diversidade-experiencias-paternidade-000.jpg
Colocar o cuidado e a paternidade lado a lado, sem estereótipos ou preconceitos. Este foi o resultado do III Seminário Nacional Paternidades e Primeira Infância: avanços e desafios do cuidar, realizado nos dias 1 e 2 de setembro, em São Paulo. Da adoção por pais homoafetivos, aos homens que escolheram se dedicar integralmente ao cuidado dos filhos, os dois dias de intensos trabalhos mostraram que o debate não fica apenas em temas públicos na ampliação da licença-paternidade, guarda compartilhada e da educação para a igualdade de gênero. 

A terceira edição do Seminário Nacional Paternidades e Primeira Infância foi uma realização do GT Homens pela Primeira Infância, integrado pelas seguintes organizações: Aldeias Infantis SOS Brasil, CECIP - Centro de Criação de Imagem Popular, Coordenação Nacional de Saúde do Homem do Ministério da Saúde, Comitê Vida, Diário do Papai, Instituto Papai, Plan, Portal Aleitamento.com, Portal 4Daddy, Primeira Infância Melhor e Promundo Brasil. E conta com o apoio da secretaria-executiva da Rede Nacional Primeira Infância / CECIP - Centro de Criação de Imagem Popular.

evento-diversidade-experiencias-paternidade-001.jpg

“Cuidar é responsabilidade de todos e todas. O homem deve ter a capacidade de problematizar o seu papel neste contexto, onde impera uma cultura machista. Cuidar é um ato simples, mas que impacta de maneira gigantesca a vida social, afetiva e intelectual de crianças e adolescentes”, afirma o assessor de Advocacy da Aldeias Infantis, Fabio Paes, que integra o GT Homens pela Primeira Infância.   

Segundo ele, pensar sobre isso é trazer a diversidade de questões e realidades que envolve este novo olhar, de atitude de cuidado, e o papel das pessoas, independentemente de sua identidade de gênero.  Paes, logo no primeiro dia de evento, apresentou o documentário curta-metragem O Poder de Cuidado, realizado pela Aldeias Infantis SOS Brasil.

evento-diversidade-experiencias-paternidade-002.jpg

Além do lançamento, o evento contou com discussões sobre a importância das políticas públicas na valorização da paternidade, tal como um novo posicionamento do homem na dinâmica familiar. No segundo dia, o evento foi dedicado a uma grande roda de conversa  em que se debateu amamentação e alimentação saudável, educação para a equidade de gênero e creches parentais, aquelas administradas pelas famílias das crianças

A Banda Alana fez o encerramento do evento, cujo conteúdo será sistematizado pela Aldeias Infantis SOS Brasil e se tornará uma publicação, como ocorreu no segundo seminário. 

Jovens roubam a cena
Nos dois de evento, seis jovens dos programas da Aldeias Infantis em São Paulo participaram da turma de Educomunicação do evento. Eles não apenas colaboraram para a comunicação do evento, que teve cobertura exclusiva pela Twitter (#seminariopaternidades), como também irão fazer o videoclipe do seminário, além de um diário de bordo, como parte de seu processo educativo.  

evento-diversidade-experiencias-paternidade-003.jpg

Leia também:
Rede Nacional Primeira Infância realiza Seminário sobre paternidade
http://www.aldeiasinfantis.org.br/conheca/noticias/seminario-paternidade-e-primeira-idade
Relatório Técnico sobre o “Seminário Nacional Paternidade e Primeira Infância”
http://www.aldeiasinfantis.org.br/conheca/noticias/relatorio-tecnico-sobre-o-seminario-nacional-pater