Com Vivência

595 crianças e adolescentes e suas famílias têm suas vidas transformadas por meio de ações integradas de protagonismo e do estímulo ao domínio de linguagens artísticas, literárias e esportivas. Projeto é patrocinado pela Petrobras
A Aldeias Infantis SOS de João Pessoa (PB) promove, por meio do projeto Com Vivência, ações de fortalecimento baseadas na convivência familiar e comunitária. As atividades, patrocinadas pela Petrobras, são oferecidas a 595 crianças e adolescentes de 4 a 16 anos que vivem em comunidades de alta vulnerabilidade social.  

Aproximadamente 85% das famílias apoiadas têm mulheres (mães e avós) como chefes de família. Pelo fato de trabalharem fora de casa não têm com quem deixar seus filhos e netos e é aqui que o projeto Com Vivência inicia seu trabalho, oferecendo cuidado no desenvolvimento social e no intelectual, levando atendimento ás famílias, as crianças e adolescentes, e à comunidade do entorno.  



Durante o contra turno escolar essas crianças, que precisam estar matriculadas na escola e com frequência escolar comprovada, participam das seguintes oficinas: letramento, mediação de leitura e incentivo ao ato de ler, esportes, música e danças regionais para resgatar as raízes e a identidade cultural (xote, xaxado, ciranda e coco de roda).

O objetivo do projeto é assegurar os direitos dessas crianças e adolescentes, fortalecendo seus vínculos familiares e comunitários, ou seja, aproximando todos de modo a terem uma convivência saudável e prevenindo o abandono.

Para apoiar suas famílias, há os Comitês familiares, formados por membros da comunidade local que recebem formação dos assistentes de desenvolvimento familiar da Aldeias Infantis. Esses comitês funcionam como espaços de empoderamento e apropriação dos direitos dos cidadãos, articulando ações com escolas, Centros de Referência de Assistência Social - CRAS, Centros de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS e conselhos tutelares, entre outros.  

Os resultados do projeto são sempre positivos. Os atendidos melhoram o desempenho na escola, aumentam a frequência às aulas, têm maior qualidade de aprendizagem, passam a demonstrar maior interesse pelos conteúdos escolares e começam a vislumbrar outras perspectivas de futuro. E dentro do ambiente familiar, as crianças e adolescentes sentem- se mais acolhidos, percebem sua casa como um ambiente protetor, desenvolvem o sentimento de pertencimento.
No data found