Aldeias Infantis SOS promove ação emergencial em prol de famílias em Pernambuco

Chuvas que castigam diversas cidades no Estado causam mortes,  deslizamentos e deixaram milhares de pessoas desabrigadas, agravando a situação de pobreza 

 

O impacto das chuvas em Pernambuco deixou cerca de 90 mil famílias em situação crítica em diversas cidades pernambucanas e expõe um cenário dramático para a população mais vulnerável no Estado. Dados de 2020 do IBGE indicam que Pernambuco é o terceiro mais desigual do Brasil, ficando atrás somente de Sergipe e Roraima.  

Neste contexto, municípios pobres sofrem de forma desigual os efeitos de calamidades como as causadas pelas chuvas, pois a população já se encontra em extrema pobreza e, muitas vezes, campanhas de mobilização não alcançam os locais fora das grandes capitais. A cidade de Araçoiaba é um exemplo dessa triste realidade. Com cerca de 20 mil habitantes, grande parte já em situação de alta vulnerabilidade, estão em situação calamitosa após as chuvas.  

 

 

Diante disso, a Aldeias Infantis SOS promove uma campanha emergencial para angariar recursos e doações para apoiar famílias em situação de alta vulnerabilidade em Recife, Paulista, Igarassu e Araçoiaba. A Organização está presente no estado desde 2009 e busca triplicar sua atuação, beneficiando cerca de 300 famílias mensalmente até o fim deste ano. 

“A questão nesses municípios é crítica porque as famílias já não tinham condições básicas de moradia, conviviam com elevado índice de vulnerabilidade e insegurança alimentar e com crianças sob o risco de perder o cuidado parental”, explica Carlos Silva, gestor de território da Aldeias Infantis SOS no Nordeste.  

A estratégia da organização é estabelecer o Núcleo SOS de Apoio à Famílias em Situação de Emergência, serviço de apoio direto às famílias atingidas com suporte emocional, ajuda humanitária, segurança alimentar e acesso a itens de primeira necessidade.  

 

 

Com a hashtag #SOSPernambuco, a Aldeias Infantis SOS busca o engajamento de todos para garantir a visibilidade necessária para obter as doações, que podem ser realizadas via internet (https://abre.ai/eA5E), PIX (35.797.364/0001-29) ou via telefone (4003-5339).  

Outra forma de contribuir é doando cestas básicas, alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal, roupas e lençóis limpos e em bom estado. Essas doações podem ser entregues na sede da Aldeias Infantis SOS em Igarassu, localizada na Avenida Santina Gomes de Andrade, 30, no Centro. 

 

 

Esta não é a primeira vez que a Aldeias Infantis SOS promove ações emergenciais. No início deste ano foi realizado um trabalho semelhante na Bahia, que também sofreu com um volume fora do comum de chuvas, e anteriormente, em Manaus (AM). Apoie milhares de famílias!

DOE AGORA!