7. novembro 2018

Jovens encontram novas oportunidades

Jovens iniciam carreira em hotéis de luxo e lojas de moda.

Jefferson, 20 anos, sempre foi um jovem calado, calmo e tímido. Vivia dentro de casa ajudando a mãe com os afazeres do dia a dia da casa e, claro, na organização de seu quarto. “Essa era minha vida mesmo, eu fazia mais isso, não tinha muita perspectiva, nem imaginava muita coisa para mim nessa época. Na realidade eu nem sabia o que tinha guardado para mim”, afirmou.

Certa vez, em uma conversa com um amigo de infância, ele tomou conhecimento do programa Youth Career Initiative (YCI), em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, onde vive, através de um evento da Aldeias Infantis SOS Brasil. Esse é um programa de educação, capacitação e auxílio à inserção no mercado de trabalho para jovens de baixa renda e acontece em hotéis 5 estrelas e mobiliza recursos humanos, financeiros e operacionais, para desenvolver habilidades vocacionais e de vida para os jovens.

A iniciativa faz parte da do projeto global da SOS, o YouthCan!, que estimula empresas a formarem e contratarem jovens em busca do primeiro emprego e empreender.  

“Depois disso, eu me inscrevi no programa e passei no processo de seleção e triagem para dar início ao curso de capacitação para poder trabalhar em hotéis. É muito bacana porque a gente recebe também benefícios e tem um certificado no final”, disse o jovem.

Como Jefferson demonstrou interesse e muito empenho durante o curso foi um dos selecionados para ingressar como um aprendiz no Hotel Sheraton, no Rio de Janeiro e com o passar do tempo foi desenvolvendo novas competências e crescendo como profissional. “Gostei bastante da área de gastronomia, acredito que possa me desenvolver mais nessa área”, contou. Hoje, ele trabalha como colaborador do hotel na área desejada.

“Quando eu entrei no programa eu tive muitos problemas porque precisei vencer a minha timidez, mas hoje estou mais confiante e muito feliz com as mudanças alcançadas. Esse projeto me deu uma chance. Agora é só ir adiante. Obrigada a todos que me deram essa oportunidade”, finalizou.

Empoderamento
Quando se fala de moda é inevitável pensar nos grandes desfiles, tendências e peças cheias de estilo, com uma áurea de glamour que o mundo fashion carrega consigo.

No entanto, a moda vai, além disso, tudo e pode até se tornar em um movimento social e mudar milhares de vidas, como por exemplo, a da jovem venezuelana Vanessa*, de 18 anos que hoje integra o programa “Empoderando Refugiadas”, iniciativa das lojas Renner em parceria com a Aldeias Infantis. 

Também realizado no Rio de Janeiro, o objetivo é promover a qualificação de mulheres no setor têxtil e, dessa forma, contribuir para a entrada delas no mercado de trabalho.

“Faço curso profissionalizante em vendas e varejo na Renner, também tenho aula de português e informática. Tem sido um grande desafio, pois apesar da crise no Rio ,e da dificuldade da língua, estou avançando. Agradeço muito a Deus, aos brasileiros e todos da Aldeias por ajudar a mim e minha família”, disse Vanessa.

O foco do "Empoderando Refugiadas" é oferecer qualificação profissional e contribuir para a inserção social e o empoderamento das mulheres. Ao longo da história do programa, muitas se colocaram no mercado de trabalho. A própria Lojas Renner já efetivou a contratação de mais de 20 participantes nas empresas do grupo.

PDF