8. agosto 2019

Nesse Dia dos Pais, conheça o trabalho dos Pais SOS

Além das mães sociais, as crianças de Lorena agora contam com um Pai na família.

 A rotina de um Pai social começa às 5 horas da manhã. O Pai acorda, prepara o café da família e leva cada criança para sua escola. Enquanto elas estudam, ele auxilia na organização e limpeza da sua Casa-Lar e ajuda em outras tarefas na comunidade. À tarde, ele acompanha as crianças em outras atividades, como a prática esportiva, reuniões escolares, médicos, dentista, auxílio no dever de casa e etc.  

A iniciativa de formar um Casal Social reforça a importância da família no desenvolvimento de uma criança e a relevância da figura paterna como exemplo positivo.  

Seu João, um dos Pais SOS, deixou uma mensagem para todos os pais:   

“Amem cada vez mais seus filhos, sejam parceiros das mães e fiquem perto da sua família. Não deixe de acolher seus filhos em seus braços, quanto mais perto, melhor. Afinal, o pai é uma coluna da família. Feliz dia dos Pais”  

Quero deixar uma mensagem aos Pais SOS
  Quero fazer parte da maior família do mundo

SOBRE A ALDEIAS INFANTIS SOS BRASIL EM LORENA  

O trabalho da Aldeias Infantis SOS Brasil está centrado no desenvolvimento de crianças e adolescentes privados do cuidado parental e/ou em risco de perdê-lo. O objetivo é dar suporte para que se tornem pessoas autônomas e bem integradas à sociedade. A organização acredita que é fundamental um ambiente familiar protetor para o pleno desenvolvimento desse potencial.   

As Casas-Lares acolhem crianças, adolescentes e jovens, que por algum motivo foram separados de suas famílias. Primando por um ambiente familiar e acolhedor, as casas são compostas por até nove crianças de diferentes idades e de ambos os sexos. A Mãe Social (cuidadora residente), é responsável pelo cuidado e projeto de vida de cada criança, com foco em sua autonomia e reintegração a sua família de origem ou substituta.  

Como um Projeto Piloto, desde 2018, as crianças e adolescente acolhidos nas Casas-Lares da Aldeias Infantis SOS Brasil em Lorena (SP), contam com a atuação de um Pai Social.  

A iniciativa de incluir um Pai SOS se deu pela atuação do marido de uma Mãe SOS, que prestava trabalho voluntário com as crianças. Seu João conheceu a Aldeias Infantis por intermédio de sua esposa e percebeu a carência de uma figura masculina para as crianças. Após passar algum tempo com os jovens, percebeu que a sua presença estava surtindo efeitos positivos no desenvolvimento deles. Foi aí que surgiu a oportunidade de atuar como Pai Social na mesma casa que sua esposa.  

Desde que chegou, a casa ficou mais tranquila, as brigas diminuíram e os meninos agora têm uma figura masculina para se espelhar. Seu João conta que quando chegou, Alan*, o jovem mais velho da casa, era muito fechado, tinha dificuldade na escola e não saia do quarto para quase nada. Por meio de muitas conversas sobre a sua vida e suas perspectivas de futuro, que o jovem de 16 anos decidiu se inscrever em um curso de culinária e passou a se dedicar cada vez mais.