7. novembro 2018

Jovens realizam pesquisa para criar praça em PE

A ação foi realizada nas áreas centrais e periféricas da cidade para criar espaço público

As praças públicas são uma espécie de “patrimônio cultural” dos brasileiros. Afinal, são nelas que se brinca e que se cresce. Seja no interior do país ou nos grandes centros urbanos, o fato é que as pracinhas são essenciais para a vida em sociedade. Muitos desses espaços públicos são verdadeiros refúgios que reúnem verde, espaço de lazer e de integração dos moradores em tempos onde cada vez mais o ser humano se esconde dentro de casa. 

Pensando nisso, a Aldeias Infantis SOS em Araçoiaba, Pernambuco encorajou 50 jovens para criarem uma pesquisa que fornecesse dados para o desenvolvimento de uma praça ecológica no município. "Antes de o questionário ser aplicado, os adolescentes passaram por um treinamento prático para saber do que se trata e qual é a importância que uma pesquisa tem na elaboração de qualquer tipo de projeto.

Por exemplo, eles aprenderam até como abordar pessoas na rua, escutá-las, mesmo que fosse uma crítica”, explicou a educadora social do programa, Dilane Barbosa.

A pesquisa foi realizada com o intuito de conhecer o público que frequenta praças e locais de lazer do município. Foram ouvidas 170 pessoas que puderam expor suas opiniões, interesses, objetivos e também contribuíram com suas críticas e sugestões acerca dos espaços públicos.

“Com o tratamento das informações levantadas foi possível notar as características do público e a necessidade da implantação de projetos após o desenvolvimento da praça. Outro ponto identificado na pesquisa foi a falta de entretenimento aos jovens que frequentam as praças”, explicou Barbosa.

De acordo com a educadora da SOS, as informações serão compiladas e encaminhadas para o prefeito do município de Araçoiaba, que deverá avaliar a pesquisa antes de um possível início de desenvolvimento da praça ecológica. “Temos a expectativa de criar essa praça com conjunto com governo local e Aldeias”, afirmou a educadora social.

A ação foi realizada no mês de outubro em parceria com a Fundação Mapfre, que apoia o Projeto Sonhar desde 2014, não apenas em Araçoiaba (PE), mas também em Caicó (RN) e João Pessoa (PB). O projeto busca promover a autonomia e qualificação de 500 jovens de 15 a 22 anos dessas regiões.

"O projeto Sonhar oferece ferramentas para que jovens do município possam vencer os obstáculos enfrentados em situações de vulnerabilidade social e possam ter oportunidades para ingressar no mercado de trabalho de forma mais produtiva e positiva”, falou Dilane.